Interações Farmacodinâmicas


As interações farmacodinâmicas ocorrem nos sítios de ação dos fármacos, envolvendo os mecanismos pelos quais os efeitos desejados se processam. O efeito resulta da ação combinada das substâncias em receptores específicos ou em outros locais. 

Podem ocorrer respostas sinérgicas ou antagônicas, de forma que estas interações são relativamente comuns e requerem atenção contínua visando minimizar efeitos colaterais. A combinação de fármacos antimuscarínicos, por exemplo, aumenta a probabilidade de efeitos anticolinérgicos, tais como retenção urinária, boca seca e visão turva.

Um tipo de interação sinérgica no mecanismo de ação é o aumento do espectro bacteriano encontrado na associação de sulfametoxazol e trimetoprima, pois estes agentes produzem bloqueio sequencial de duas enzimas que catalisam estágios sucessivos da biossíntese do ácido folínico no microrganismo.

Diuréticos que reduzem as concentrações plasmáticas de potássio, como é o caso da furosemida, devem ser utilizados com cautela em pacientes que fazem uso de digoxina, pois alterações eletrolíticas poderiam elevar a sua toxicidade.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares