Ranitidina x Fenitoína


Ranitidina é um fármaco utilizado na redução da secreção ácida gástrica, exercendo seu efeito através do antagonismo de receptores histamínicos H2.

Fenitoína é um anticonvulsivante que previne a hiperexcitabilidade neuronal ao reduzir o influxo de sódio na membrana.

INTERAÇÃO: O paciente em tratamento com fenitoína que passa a receber ranitidina pode apresentar elevação nas concentrações plasmáticas do anticonvulsivante, potencializando seus efeitos. O ajuste na dose para manutenção do tratamento talvez seja necessário diante de sintomas sugestivos de reações adversas da fenitoína no sistema nervoso central. Tais reações podem ocorrer na forma de nistagmo, ataxia, vertigem, confusão mental, dificuldade de dicção, entre outros.

Apesar de a cimetidina ser mais conhecida por inibição de CYP3A4 entre os anti-histamínicos H2, a bula de ranitidina informa a capacidade de esta interferir na biotransformação e eliminação de outros medicamentos. A interação está descrita nas fontes utilizadas como referências do blog.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares