Salbutamol x Escopolamina


Salbutamol é um agonista seletivo dos receptores beta-2 adrenérgicos da musculatura brônquica, indicado no controle e prevenção dos espasmos durante as crises de asma.

Escopolamina é um fármaco anticolinérgico que exerce atividade espasmolítica sobre a musculatura lisa do trato gastrintestinal, geniturinário e vias biliares.

INTERAÇÃO: Um efeito colateral conhecido dos agonistas beta-2 adrenérgicos, apesar de sua seletividade, é a taquicardia produzida em decorrência de estimulação dos receptores beta da musculatura cardíaca. Esta reação pode ser potencializada se houver uso concomitante com a escopolamina, uma vez que sua atividade anticolinérgica torna mais evidente a ação do sistema nervoso autônomo simpático.

2 comentários:

  1. Não tem muito sentido isso,pois na prática clínica usa-se beta bloqueador fenoterol com anticolinérgico ipratrópio....se fosse assim não poderiam ser usados juntos

    ResponderExcluir
  2. Olá Vân, como vai? O que o texto apresenta consta em bula e o fenoterol é um agonista beta-adrenérgico, assim como o salbutamol, não um beta-bloqueador (que seria o caso de atenolol ou propranolol). Sobre o ipratrópio, ele é utilizado por via inalatória, tendo ação preferencial local na musculatura brônquica e menor importância sistêmica, diferindo do que ocorre com a escopolamina administrada por via oral.

    ResponderExcluir

Os artigos mais populares