Metilfenidato x Haloperidol


Metilfenidato é um fármaco indicado no tratamento do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), cujo mecanismo de ação está relacionado com a inibição da recaptação de dopamina, porém sem disparo na liberação do neurotransmissor.

Haloperidol é um neuroléptico identificado como butirofenona e incluído entre os antipsicóticos clássicos. Promove o bloqueio de receptores dopaminérgicos centrais. 

INTERAÇÃO: Há possibilidade de interações farmacodinâmicas quando se faz o uso associado de metilfenidato com antagonistas dopaminérgicos, a exemplo de antipsicóticos como o haloperidol. A bula não recomenda este tipo de associação de fármacos, devido ao mecanismo contrário que exercem. O metilfenidato inibe a recaptação de dopamina, visando ampliar os efeitos deste neurotransmissor, enquanto os antipsicóticos o antagonizam.

O fármaco citado em bula é o haloperidol, representando os antipsicóticos clássicos. Contudo, é possível que o mesmo mecanismo de interação se processe quando um antipsicótico atípico estiver associado, exigindo a avaliação caso a caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares