Helicobacter pylori


No homem, a presença do H. pylori está associada a diversas doenças do aparelho digestório, incluindo a gastrite crônica, a úlcera péptica, o linfoma do tipo TLAM (sigla para tecido linfoide associado à mucosa) e o câncer gástrico.

A primeira vez que se estabeleceu uma associação entre a gastrite e a presença de uma bactéria espiralada no estômago de humanos foi em 1983, com descrição feita por dois australianos: Barry J. Marshall e J. Robin Warren.

Parece haver relação entre o risco de infecção e o nível socioeconômico do local. Fatores como superpopulação, precariedade no saneamento básico e moradias compartilhadas contribuem para o surgimento de casos.

Não se esclareceu perfeitamente o mecanismo de transmissão, mas a maior hipótese é a de que o H. pylori seja transmitido pelas vias fecal/oral, oral/oral, água e alimentos como vegetais crus.

A realização do diagnóstico ocorre com métodos que são invasivos, por meio de coleta de material durante o exame de endoscopia para a realização de cultura, teste histológico e da urease. O tratamento é feito com a associação de antimicrobianos e inibidor da bomba de prótons.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares