Metilfenidato x Levodopa


Metilfenidato é um fármaco indicado no tratamento do transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), cujo mecanismo de ação está relacionado com a inibição da recaptação de dopamina, porém sem disparo na liberação do neurotransmissor.

Levodopa é um precursor da dopamina utilizado como pró-fármaco com a finalidade de aumentar os níveis do neurotransmissor no tratamento da doença de Parkinson.

INTERAÇÃO: O metilfenidato, sendo um inibidor da recaptação de dopamina, pode possuir relação com interações farmacodinâmicas no caso de coadministração com agonistas dopaminérgicos. A levodopa está incluída entre as possibilidades de gerar reações adversas em decorrência da interação.

Diante da necessidade de se administrar os dois fármacos em terapia, há recomendação de monitoramento do sistema cardiovascular. Além disso, a redução na dose da levodopa também é uma medida a ser considerada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares