Amoxicilina x Anticoncepcionais


Amoxicilina é uma penicilina com ação bactericida, pertencente ao grupo dos antimicrobianos beta-lactâmicos. Age por meio da inibição da síntese de parede celular nos agentes patógenos.

INTERAÇÃO: O tratamento com amoxicilina, do mesmo modo como ocorre com outros antimicrobianos, pode interferir na microbiota intestinal (flora intestinal). A consequência disso é a menor absorção e a diminuição da circulação entero-hepática de estrógenos, culminando na redução da eficácia dos contraceptivos orais combinados.




9 comentários:

  1. Há controvérsias. Porém, em se existindo uma ínfima possibilidade, é bom seguir a recomendação.

    ResponderExcluir
  2. No caso só oral Ou quem toma injeção por mês também?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este texto foi elaborado com base em informação de bula, a qual cita contraceptivos orais combinados. No caso de injetáveis, é importante verificar caso a caso.

      Excluir
  3. Entendo que a circulação êntero-hepática ocorre independente da via do contraceptivo, já que isto é uma etapa posterior ao metabolismo da droga e não fruto da absorção a partir da via oral.

    ResponderExcluir
  4. Oral tem interação quando o etinilestradiol e abaixo de 30mng e no caso da injeção não há problemas até aonde eu sei, mas sempre é bom consultar um médico.

    ResponderExcluir
  5. Há controvérsia quanto a Amoxicilina. Rifampicina sim é um atb com grande influência no CYP450 e provoca, comprovadamente,esta interação. Em uma pesquisa recente não encontrei estudos comprovátórios,com grupos controle bem definidos, da Amoxi em interação com contraceptivos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mariana!

      O texto foi escrito baseado em informação de bula e já pude receber relatos de pessoas que tiveram a experiência desta interação medicamentosa.

      O que você diz sobre a rifampicina é verdade, sem dúvida este fármaco exerce mais influência no CYP450, mas como a informação acima é disponibilizada pelo fabricante e uma gravidez fora dos planos é assunto bem sério, correr o risco não compensa.

      Abraço!

      Excluir
    2. As pessoas tendem a acreditar apenas nas interações que envolvem metabolismo. Essa interação está associada a fase farmacocinética de absorção, e isso pode, sim interferir na eficácia do medicamento!

      Excluir
  6. Já estudei sobre esse tipo de interação, e pode diminuir sim os efeitos do contraceptivo orais.assim também como: os barbituricos também diminui.com relação ao injetáveis creio quê não tem interação, pois não passa pelo sistema hepático!

    ResponderExcluir

Os artigos mais populares