Excreção de Fármacos no Leite Materno


A excreção dos fármacos pelo leite materno é de importância devido ao fato de representar risco potencial ao lactente. Destacam-se neste conceito as seguintes classes de fármacos, acompanhadas de alguns exemplos:

- Anti-hipertensivos: atenolol, captopril, metildopa;

- Anticonvulsivantes: ácido valproico, carbamazepina, fenobarbital;

- Benzodiazepínicos: diazepam, lorazepam;

- Antidepressivos: paroxetina, fluoxetina;

- Outros: furosemida, cimetidina, clorpromazina, propiltiouracila

Apenas para reforçar, os fármacos citados acima são somente alguns exemplos, mas a necessidade de atenção vai além disso. O emprego de fármacos pela nutriz deve seguir abordagem conservadora. Diante da necessidade de medicação da mãe, recomenda-se selecionar o fármaco considerado seguro e administrá-lo 3 a 4 horas antes da amamentação.

Vale ressaltar que o uso de bebidas alcoólicas também representa risco de efeitos tóxicos no lactente. Portanto, a abordagem deve ser semelhante em relação ao uso de fármacos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares