O que é a Rinite Alérgica?


A rinite alérgica surge quando um indivíduo alérgico inala uma partícula que estimula o seu sistema imunológico. Na infância entramos em contato com diversos alérgenos em potencial, sem que tenhamos dificuldades com isso. Os alérgicos são aqueles que, ao entrar em contato com determinadas partículas, passam a produzir anticorpos contra estas, que passam a ser vistas pelo organismo como agentes invasores danosos.

Tomando como exemplo o pólen, indivíduos alérgicos são aqueles que, quando entram em contato com este alérgeno pela primeira vez, produzem anticorpo chamado IgE. A partir daí, a mucosa nasal fica povoada por uma célula do sistema imune denominada mastócito, com vários anticorpos IgE em sua superfície. Quando este indivíduo entrar novamente em contato com o pólen, os anticorpos IgE rapidamente o capturam, ativando os mastócitos e ocorrendo a liberação de vários mediadores químicos para destruir o invasor. Dentre estes a histamina é o principal, pois é responsável pelos principais sintomas da rinite.

Os sintomas alérgicos da rinite alérgica são, deste modo, um efeito colateral da guerra química que o sistema imunológico trava contra algumas partículas do ambiente. O pólen em si não causa nenhum mal, mas o sistema imune do alérgico não interpreta desta forma. Indivíduos que não são alérgicos ao pólen não desenvolvem IgE contra esta substância, ao entrarem em contato com ela. Assim, o organismo sabe que o pólen é uma partícula estranha, mas não a interpreta como ameaça e, portanto, não produz anticorpos.

Fonte: mdsaude.com




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares