Antimicrobianos Bactericidas e Bacteriostáticos


Os bactericidas são aqueles medicamentos que buscam eliminar diretamente as bactérias por meio de diferentes mecanismos, tomando como exemplo a inibição de enzimas que desempenham um papel fundamental para a sobrevivência celular bacteriana.

Exemplos: Penicilinas (amoxicilina, ampicilina), cefalosporinas (cefalexina, cefuroxima), aminoglicosídeos (amicacina, gentamicina), vancomicina, fluoroquinolonas (ciprofloxacino, levofloxacino), rifampicina e metronidazol.

Os bacteriostáticos não destroem diretamente as bactérias, mas interferem de maneira significativa no metabolismo bacteriano, interrompendo ou inibindo o crescimento e a multiplicação.

Exemplos: Tetraciclina, cloranfenicol, macrolídeos (claritromicina, azitromicina, eritromicina), clindamicina e sulfonamidas (sulfametoxazol), trimetoprima.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares