Cerveja pode causar ginecomastia


O lúpulo está presente na composição da cerveja e o que muita gente desconhece a respeito dele é que doses elevadas de fitoestrógenos estão contidos neste ingrediente. Trata-se de substância vegetal com ação semelhante ao do estrógeno, apesar de variação na estrutura química.

Esta é uma informação de utilidade para o público feminino, uma vez que o consumo de cerveja pode aliviar cólicas menstruais, além de reduzir a frequência dos episódios de insônia. Nos homens, em contrapartida, os fitoestrógenos presentes no lúpulo podem favorecer o desenvolvimento de glândulas mamárias além da normalidade, resultando em ginecomastia.

Curiosidade: A longa exposição ao fitoestrógeno, além da possibilidade de produzir ginecomastia, é também uma das causas da dificuldade de ereção prolongada e da perda da libido entre consumidores assíduos de cerveja. Por este motivo, o consumo da bebida era liberado entre o sacerdócio na Europa medieval. Além disso, é também a razão pela qual diferentes tipos de cerveja surgiram em mosteiros.

Fontes: diariodebiologia.com / megacurioso.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares