Classificação dos Diuréticos


Diuréticos de alça
Ex: Furosemida

Usados no tratamento do edema. atuam na alça de Henle aumentando a excreção urinária de sódio e potássio. São conhecidos como diuréticos de alça por alusão ao seu sítio de ação. Devido à depleção de eletrólitos (Na, Cl, Mg, Ca e K), podem causar arritmia. A furosemida possui acentuado poder de excreção de água, quando comparado às tiazidas.

Tiazídicos
Ex: Hidroclorotiazida

Compostos saluréticos. Atuam no túbulo distal efetuando co-transporte dos íons sódio e cloreto, reduzindo a reabsorção de ambos e ocasionando também a perda de potássio. Promovem eliminação moderada de água e podem provocar hipocalemia (níveis baixos de potássio sérico). São úteis para tratar diferentes tipos de descompensação cardíaca.





Poupadores de potássio
Ex: Espironolactona

Utilizados no edema associado à insuficiência cardíaca congestiva (ICC) e cirrose hepática (em combinação com tiazidas). São antagonistas competitivos da aldosterona, diminuindo a reabsorção ativa de Na+. Não promovem a excreção de potássio pela urina.

Obs: Independente do fármaco de escolha, para que o tratamento seja efetivo, os diuréticos devem ser prescritos associados a dieta com baixo teor de sódio. Hábitos de vida saudáveis, como a prática de atividade física regular, também tornarão a terapia mais eficaz.

Fonte: http://www.infoescola.com




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares