Clonazepam: o psicotrópico mais consumido no Brasil


Os benzodiazepínicos são medicamentos psicotrópicos que agem no sistema nervoso central exercendo efeitos de sedação, hipnose, redução da ansiedade, relaxamento muscular e anticonvulsivante. Entre 2007 e 2010 houve um aumento significativo no consumo destes medicamentos, com maior prevalência de utilização entre mulheres.

O consumo de benzodiazepínicos é perigoso por envolver alto risco de efeitos adversos que podem trazer graves consequências à segurança dos usuários, tais como: sonolência excessiva, alteração da coordenação motora, amnésia, tontura e zumbidos. Em idosos o risco é ainda maior pela possibilidade de interação medicamentosa, piora do desempenho psicomotor e aumento da ocorrência de fraturas devido aos riscos de quedas.





As chances de envolvimento em acidentes de trânsito são também maiores em usuários de benzodiazepínicos, como demonstram os resultados de um estudo caso-controle produzido em Taiwan com mais de cinco mil indivíduos. Além disso, pacientes que utilizam benzodiazepínicos por períodos superiores a quatro semanas podem desenvolver tolerância, dependência (física e psíquica) e síndrome de abstinência na suspensão da medicação.


Segundo dados do Boletim Farmacológico do Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC), o clonazepam foi o benzodiazepínico mais consumido entre os anos de 2007 e 2010. Em 2007 foram dispensadas aproximadamente 29 mil caixas e em 2010 o consumo ultrapassou 10 milhões.

Fonte: cemedmg.wordpress.com




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares