Omeprazol e Falência Renal


Quem sofre de azia, gastrite ou refluxo provavelmente acostumou-se ao tratamento com medicamentos que são identificados como inibidores da bomba de prótons (IBPs), a exemplo do omeprazol. O consumo em excesso desta classe de fármacos, entretanto, pode ser o responsável por falência renal, conforme dados de pesquisas realizadas nos Estados Unidos.

Um estudo avaliou 173.321 pessoas que fizeram uso de omeprazol e 20.270 pessoas que receberam prescrição de um anti-histamínico H2, como a ranitidina. A constatação foi a de que pacientes em uso de omeprazol desenvolveram mais problemas renais quando comparados aos que foram tratados com ranitidina. Falando propriamente da falência renal, verificou-se que o risco foi aumentado em 96% no grupo de indivíduos que receberam IBPs.

Há ainda outro estudo no qual mais da metade dos 125 mil pacientes avaliados desenvolveram problemas renais crônicos com IBPs, conforme dados do Medical Press. Os pesquisadores alertam para que tanto pacientes quanto médicos sejam mais vigilantes no monitoramento do uso destes medicamentos.

Um problema associado ao uso de IBPs, podendo agravar a situação demonstrada pelas estatísticas, consiste no fato de que muitas pessoas recorrem à automedicação para utilizar omeprazol. Estas pessoas costumam criar uma rotina de tratamento por conta própria, fazendo uso crônico desnecessariamente e expondo-se a riscos que desconhecem.

Fonte: http://www.saudecuriosa.com.br




Um comentário:

  1. Tomo omeprazol a 10 anos. Posso trocar pelo pantoprazol?

    ResponderExcluir

Os artigos mais populares