Refrigerantes causam disfunção erétil


Um único artigo não é o bastante para enumerar os males produzidos pelos refrigerantes. Além do aumento de peso comprovado, pode aumentar em 20% os riscos de ataques cardíacos e esteatose hepática (gordura no fígado). Nas mulheres, aumenta em 4% as chances de osteoporose e, como se não bastasse, pesquisadores da University of Copenhaguen constataram que homens que consomem refrigerantes diariamente se submetem ao risco de desenvolverem doenças sexuais.

Ao estudarem aproximadamente 3 mil homens consumidores de refrigerantes, os pesquisadores chegaram à conclusão de que este comportamento aumenta a propensão à disfunção erétil, além de reduzir em 30% a contagem de esperma. Apesar de os níveis de espermatozoides ainda serem considerados normais, o risco de infertilidade não está descartado.

Ooutro veículo acadêmico, o American Journal of Epidemiology, também divulgou dados alertando que mais de 2 copos de refrigerante por dia são suficientes para desenvolvimento de disfunção erétil. Os cientistas alegaram que, além de atrapalhar o fluxo sanguíneo corporal, o excesso de açúcar no refrigerante também aumenta as chances de diabetes tipo 2, impedindo que os tecidos esponjosos no pênis recebam aporte sanguíneo para obtenção e manutenção da ereção.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares