Memória Imunológica

Clique na imagem para ampliar

O sistema imunológico é o responsável pela defesa do nosso organismo. Esse sistema é muito eficiente no combate aos microrganismos invasores, na remoção das células mortas, renovação de determinadas estruturas, memória imunológica, entre outras funções.

As células do sistema imunológico são extremamente organizadas, tendo cada uma sua função específica. Se o organismo entrar em contato com qualquer agente infeccioso, ele desenvolverá linfócitos especiais, que são chamados de células da memória, capazes de reconhecer esse agente infeccioso. Essas células permanecem em nosso organismo pelo resto de nossas vidas, mesmo sem termos nenhum tipo de contato com esse agente infeccioso.

Se tivermos contato com um agente infeccioso e se este for reconhecido pelas células de memória, os linfócitos deverão se reproduzir, com o objetivo de debelar os agentes infecciosos. Esses agentes, portanto, serão descartados do organismo sem que tenham causado prejuízo.

As vacinas que são aplicadas em nosso organismo para combater certas doenças agem dessa forma, pois elas são constituídas por antígenos isolados de microrganismos causadores de certas doenças, ou mesmo de microrganismos vivos e tratados, de forma que não causem a doença. Uma vez dentro de nosso organismo, os antígenos presentes nas vacinas desencadearão uma resposta imunitária primária, ocorrendo, então, a produção das células de memória.

Caso o nosso organismo entre em contato novamente com esse antígeno, será desencadeada em nosso organismo a resposta imunitária secundária (muito mais ágil e intensa do que a resposta imunitária primária), que exterminará o antígeno antes mesmo que apareçam sintomas da doença que ele causa.

Fonte: Bol

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCZhfi7p4FFhIHYVaFyxMjJw

Instagram: interacao_medicamentosa


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares