Nafazolina - clínica da intoxicação aguda


Os descongestionantes nasais tópicos que apresentam riscos de intoxicação aguda são geralmente constituídos por um simpatomimético em apresentação isolada ou associada. São utilizados como vasoconstritor para reduzir edema e congestão de mucosas nasal e ocular.

O uso deve ser controlado em hipertensos, diabéticos e pacientes com hipertireoidismo. O uso crônico causa congestão de rebote em mucosas. O simpatomimético mais consumido, apesar de não ser o único disponível no mercado, é a nafazolina.

Clínica da Intoxicação Aguda: a intoxicação aguda pode ocorrer por ingestão ou pela aplicação nasal de doses excessivas. Os sintomas são: náuseas, vômitos, cefaleia, rubor de pele, sudorese, irritabilidade, inquietude, aumento da pressão arterial, distúrbios cardíacos como extrassístoles e outras arritmias podem aparecer.

Casos graves: depressão do SNC, hipotermia, dilatação pupilar, sonolência e coma; distúrbios respiratórios com respiração irregular ou bradipneia com períodos de apneia.

Fonte: saude.pr.gov.br




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares