Características do Fluconazol


O fluconazol é o composto triazólico mais conhecido e alternativa terapêutica habitual no tratamento de infecções fúngicas sistêmicas específicas. Este composto tem alta biodisponibilidade logo após a sua administração oral, alcançando concentrações plasmáticas maiores ou iguais a 80% das obtidas em comparação a uma dose endovenosa.

Apresenta farmacocinética linear, permitindo maiores concentrações plasmáticas quando se incrementa a dose aplicada. Devido à sua alta biodisponibilidade, a maior parte dos pacientes podem ser tratados por via oral. É um antifúngico triazol bem tolerado e agente seguro que tem boa atividade clínica contra Cryptococcus neoformans e a maioria de Candida spp. isolada.





O uso aumentado deu origem ao desenvolvimento de resistência a Candida spp., principalmente C. glabrata e C. krusei isoladas. Um teste de simples difusão de disco foi desenvolvido para testar a suscetibilidade de Candida spp. isolada contra fluconazol.

As limitações mais importantes do fármaco correspondem à sua falta de atividade contra fungos filamentosos, à resistência natural de algumas leveduras (C. krusei) e resistência adquirida em certas espécies de Candida ou C. neoformans.

Devido ao fato de ser a única substância triazólica que é excreta quase que totalmente pelos rins, as doses devem ser ajustadas em pacientes com insuficiência renal. A biodisponibilidade do fluconazol não altera ao ser administrado mediante catéteres gástricos ou enterais em pacientes em cirurgia gastrointestinal.

Fonte: Scientia Médica




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares