Contraceptivos x Antimicrobianos


As mulheres que fazem uso de contraceptivos orais e necessitam de um tratamento antimicrobiano devem ter mais atenção quanto à possibilidade de gravidez indesejada. O antimicrobiano, neste caso, pode interferir na microbiota intestinal (flora intestinal), reduzindo a absorção de contraceptivos e, consequentemente, comprometendo a sua eficácia.

Uma forma de prevenir surpresas é, por exemplo, é lançar mão do uso de preservativo, ao menos enquanto a terapia antimicrobiana durar. Se possível, prolongar o uso deste método até uma semana após o término do tratamento da infecção.

Não é possível afirmar qual a classe (ou classes) de antimicrobianos representa o maior risco de interferência na ação de contraceptivos orais. Deste modo, vale mesmo considerar o caminho mais seguro para a prevenção.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares