O Cortisol


Os glicocorticoides são definidos como agentes esteroides possuindo ação anti-inflamatória e imunossupressora, que podem ser utilizados em inúmeras doenças na prática médica diária O gIicocorticoide em seres humanos é o cortisoI, o qual é usado como referência padrão.

Os maiores níveis ocorrem durante o sono e os menores níveis à noite, antes do início do sono. O cortisoI é secretado intermitentemente através do dia por períodos que duram somente uns poucos minutos. Entre estes pulsos de secreção, o córtex adrenal pode não secretar qualquer cortisol por minutos a horas.





A maior parte do cortisol (75%) é transportada no sangue por uma globulina ligadora do cortisol (CBG); 15% é ligado à albumina e os restantes 10% são cortisol livre. Algumas situações como gravidez, uso de pílula anticoncepcional ou tratamento com estrógeno estimulam a produção de CBG pelo fígado, resultando em altas concentrações plasmáticas de cortisol sem hipercorticalismo funcional. O cortisol é metabolizado no fígado, sendo que apenas I% do cortisol é excretado na urina na forma ativa.

Através da introdução de um grupo metila, hidroxila ou flúor na posição 9-alfa da cortisona pode-se produzir por meios sintéticos corticoides com diferentes potências anti-inflamatórias e retentoras de sódio. Devido ao maior uso do corticoide para doenças, foi conveniente produzir corticosteroides com grande potência anti-inflamatória e menor atividade mineralocorticoide.

Fonte: brazil.cochrane.org




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares