Ainda precisamos debater e aprender sobre depressão


A falta de informação correta, mesmo com tudo o que temos à nossa disposição nos dias atuais, ainda pode ser um problema. A depressão, enfermidade que ainda pode ser vista por alguns como um tipo de "simples indisposição" para encarar a vida, é um exemplo muito claro disso.

Quando vemos alguém que experimentou muito sucesso e reconhecimento em seu trabalho, supostamente tem a vida ganha, filhos e condições materiais bem adequadas, cometer o ato de tirar a própria vida, precisamos repensar tudo. O problema exige ainda muito mais atenção do que a dispensada até aqui.

O agravante reside no fato de que Chester Bennington, ex-vocalista do Linkin Park, não foi o primeiro neste ano. Pouco antes vimos o mesmo ocorrer com Chris Cornell, ex-Audioslave. Isso nos desperta atenção por se tratar de pessoas expostas na mídia e, conforme dito, supostamente com todas as conquistas que representam anseios de todos. Agora, quantos serão os casos anônimos? A pergunta é preocupante.

Pacientes em tratamento de depressão precisam receber o devido cuidado e a devida compreensão de todos à sua volta. É necessário maior conscientização para lidarmos com o problema, para que saibamos como acolher quem necessita de atenção, para que possamos mostrar a estas pessoas que elas não estão sem saída e que podem conversar a respeito do que sentem, de modo a verificarem algo muito necessário à humanidade: empatia.

Este texto não foi escrito motivado por qualquer tipo de exploração do sofrimento alheio, referindo-se a algo exposto em veículos de comunicação. É apenas uma forma de não deixarmos passar batido um problema muito sério, buscando criar em nós próprios a oportunidade de maior entendimento do que são as coisas e de onde elas podem chegar.

É também forma de prestar homenagens a um artista que fez parte de muito do que vivemos, assim como Chris Cornell, também aqui citado, vítima do mesmo problema e igualmente querido por tantos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares