Bradicardia


Fala-se em bradicardia quando a frequeñcia cardíaca se torna mais lenta do que o normal. O coração de indivíduos adultos em repouso costuma contrair e dilatar entre 60 e 100 vezes por minuto. Na bradicardia, este número é menor.

Quais são as causas?

A bradicardia pode ser causada por danificações nos tecidos cardíacos em virtude de vários fatores: envelhecimento ou doenças coronárias, defeito cardíaco congênito, miocardite, complicação de cirurgia cardíaca, hipotireoidismo, desequilíbrios químicos no sangue, apneia obstrutiva do sono, doenças inflamatórias autoimunes ou medicamentos.





Muito comumente, a bradicardia começa no nódulo sinusal por ele liberar impulsos elétricos mais lentos do que o normal ou o impulso é bloqueado antes de contrair os átrios. Em algumas pessoas, os problemas do nódulo sinusal resultam em frequências cardíacas lentas e rápidas alternadas (síndrome da bradicardia-taquicardia).

A bradicardia também pode ocorrer porque os sinais elétricos transmitidos através dos atrios são bloqueados antes de chegarem aos ventrículos. Esse bloqueio pode ter vários graus de gravidade e inclusive ser total, geralmente levando à morte.

Fonte: news.med.br




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares