Antipsicóticos Atípicos


Os antipsicóticos são utilizados principalmente no tratamento de pacientes com psicose ou outras doenças psiquiátricas graves marcadas por agitação e comprometimento do pensamento.

O termo neuroléptico adquiriu a conotação, pelo menos nos EUA, de antagonismo relativamente importante, experimental e clínico, da atividade do receptor D2 da dopamina, com risco significativo de efeitos extrapiramidais.

Leia também: Clonazepam x Olanzapina

A expressão "antipsicótico atípico" tem sido utilizada para descrever os agentes associados a riscos significativamente menores de efeitos extrapiramidais. Exemplos deste grupo são clozapina, olanzapina, quetiapina e baixas doses de risperidona.

Fonte: Goodman & Gilman


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares