Descoberto mecanismo que ataca vírus antes da infecção


Apesar das diferenças entre os patógenos, as infecções causadas por bactérias e aquelas causadas por vírus são semelhantes em muitos aspectos, e muitas vezes causam sintomas comparáveis.

Contudo, as infecções bacterianas podem ser tratadas com antibióticos, enquanto as infecções virais geralmente não são facilmente curadas - não existem ainda "antiviróticos" de amplo espectro que possam ser comparados aos antibióticos.





Mas o caminho para isso pode ter sido aberto pela equipe dos professores Yangchao Dong e Michael Rossmann, da Universidade Purdue (EUA), que acabam de descobrir como alguns anticorpos neutralizam infecções causadas por vírus comuns.

Leia também: Vírus

Eles demonstraram que determinados anticorpos têm a capacidade de abrir um vírus e esvaziar seu genoma. Isso seria o equivalente a matá-lo - se é que se pudesse considerar os vírus como entes vivos.





Nos experimentos, a ligação de um anticorpo neutralizante a rinovírus específicos gerou mudanças significativas em torno de "furos" no invólucro do vírus - a chamada cápside -, permitindo que o RNA viral escapasse. Este processo de "retalhamento" interrompe a capacidade do vírus de se replicar na célula - o vírus é inativado.

"Normalmente, no ciclo infeccioso o vírus deve liberar seu genoma na célula, para que possa se replicar," explicou Yue Liu, responsável pelos experimentos. "Na superfície das células, há uma série de moléculas receptoras que podem desencadear a liberação do genoma do vírus. Agora descobrimos um anticorpo que pode fazer o mesmo". A diferença é que o mecanismo funciona fora da célula, antes que o vírus inicie o processo de infecção e replicação.

Fonte: Diário de Saúde




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares