Omeprazol - deficiência de vitamina B12, danos nevrálgicos e demência


Pesquisadores da Kaiser Permanente, líder na indústria da saúde norte-americana, demonstraram que o uso contínuo do Omeprazol leva a uma baixa absorção de vitamina B12.


Ao comparar dados de quase 26 mil pacientes diagnosticados com baixos níveis da vitamina com outros 184 mil que não tinham o problema, veio a resposta: indivíduos que tomam Omeprazol por mais de dois anos tem 65% mais chances de desenvolver deficiência de B12. A falta da vitamina pode causar demência, dano nos nervos e anemia.





Finalmente, é claro que“isso não significa que as pessoas devem simplesmente parar de tomar seus medicamentos”, afirma Dr. Douglas Corley, gastroenterologista da Kaiser Permanente. “Se o médico receitou, existe um motivo, é para melhorar sua qualidade de vida”.

Por outro lado, se o seu caso exige o uso prolongado do Omeprazol, vale a pena conversar com o seu gastro para saber se existem alternativas com menos efeitos colaterais a longo prazo.


A automedicação é um perigo porque, por aliviar a dor do paciente, muitas vezes, o omeprazol acaba mascarando problemas mais sérios como um câncer gástrico, fazendo com que a pessoa não investigue a fundo esse problema e não receba rapidamente o seu diagnóstico.

Fonte: Saúde Curiosa




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares