Omeprazol - risco de danos renais aumentado em até 96%


Uma pesquisa, que avaliou 173.321 pessoas que usaram omeprazol e outras 20.270 que tomaram um antagonista de receptor histamínico H2 (ranitidina, cimetidina), descobriu que a maioria dos pacientes que tomava os inibidores da bomba de prótons (IBPs) passou a apresentar mais problemas renais do que aqueles que se tratavam com os anti-histamínicos H2.

Os riscos de desenvolver insuficiência renal eram aumentados em até 96% entre os primeiros pacientes. Além disso, foi possível descobrir que os pacientes não sofriam problemas renais agudos antes do uso contínuo do medicamento, o que significa que eles não estavam cientes de um declínio na função renal.





Os pesquisadores, portanto, alertam para que pacientes e médicos sejam mais vigilantes no monitoramento do uso desses medicamentos.

É comum encontrarmos pacientes em uso de IBPs diariamente por vários meses ou anos, muitas vezes sem necessidade. Na maioria dos casos, medicamentos como omeprazol devem ser utilizados de forma pontual, por 4 a 6 semanas, para o tratamento de problemas gástricos. Deve-se evitar o uso dos IBPs por vários meses seguidos.

Fonte: Saúde Curiosa


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares