Topiramato nos transtornos de personalidade, agressividade e impulsividade


O topiramato tem sido utilizado no tratamento da impulsividade e da agressividade em pacientes com transtornos de personalidade, como o transtorno "borderline" da personalidade.

Foi estudada a eficácia do topiramato no tratamento de pacientes com transtorno "borderline" de personalidade em dois ensaios clínicos, um com pacientes do sexo feminino e outro com pacientes do sexo maculino. 

No primeiro estudo foram incluídas 29 pacientes (com o diagnóstico de personalidade "borderline") do sexo feminino, das quais 19 receberam topiramato e 10 placebo, por oito semanas. Houve diminuição estatisticamente significante nos escores referentes à agressividade no grupo que recebeu topiramato.





No segundo estudo, de desenho similar, foram incluídos 32 pacientes do sexo masculino (com o diagnóstico de personalidade "borderline"), dos quais 22 receberam topiramato e 10 placebo, por oito semanas. O topiramato reduziu os escores em várias subescalas relacionadas à agressividade e à impulsividade, de forma significante.

Recente revisão sistemática confirmou os efeitos terapêuticos do topiramato em reduzir a impulsividade e a agressividade, traços importantes da personalidade 'borderline", assim como em outras condições psiquiátricas (como o transtorno do estresse pós-traumático).

Os autores concluíram que o topiramato pode ser um tratamento eficaz e bem tolerado no controle da impulsividade e da agressividade, mas reconhecem que ainda serão necessários mais estudos para se verificarem os efeitos em longo prazo.

Fonte: moreirajr


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares