Ácido acetilsalicílico: Maior eficácia na prevenção de problemas coronários em diabéticos com duas doses diárias


Tomar o ácido acetilsalicílico duas vezes ao dia, ao invés de uma, como é a recomendação atual, pode melhorar a proteção cardiovascular em pessoas com diabetes tipo 2, de acordo com uma pesquisa apresentada na reunião anual da Associação Europeia de Estudos sobre Diabetes (EASD), em Lisboa, em Portugal.

Hoje, o ácido acetilsalicílico é o padrão ouro na prevenção primária de males coronarianos. No entanto, a substância tem meia-vida muito curta, e os estudos sugerem que tomá-la somente uma vez por dia não inibe completamente a função plaquetária.





Em pesquisa apresentada em Lisboa, a médica vascular Liv Vernstroem e colegas do Hospital Universitário de Aarhus, na Dinamarca, investigaram se o efeito do ácido acetilsalicílico diminuía no intervalo de 24 horas em 21 pessoas com diabetes e sem doença coronariana, além de indivíduos saudáveis, para fins de controle. Os pesquisadores descobriram que, tanto os pacientes de diabetes quanto os participantes do grupo de controle, apresentaram aumento na agregação plaquetária ao longo do intervalo de 24 horas.

Isso significa que a capacidade do ácido acetilsalicílico para inibir a agregação dessas células e, assim, prevenir a formação de coágulos foi reduzida com o passar do tempo quando a substância foi ingerida apenas uma vez por dia.

Uma vez que as pessoas com diabetes apresentam risco aumentado de doença cardiovascular, os pesquisadores concluíram que o ideal é um tratamento antiplaquetário que inclua mais de uma dose diária.

Fonte: Bayer Notícias




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares