Losartana e Redução dos Níveis de Ácido Úrico


Hiperuricemia é achado freqüente em pacientes hipertensos e geralmente decorre do clearance renal reduzido de urato. Há hoje evidências de que o ácido úrico seja um fator causal de hipertensão arterial e que, dependendo do seu nível, se associe com a morbidade e mortalidade cardiovasculares. 

A losartana produz efeito uricosúrico em voluntários sadios, pacientes hipertensos e em pacientes que receberam transplante cardíaco. Os demais bloqueadores de receptores de angiotensina (BRAs) foram extensivamente estudados e não influenciaram os níveis plasmáticos de ácido úrico.

O mecanismo pelo qual a losartana aumenta a excreção de ácido úrico consiste na redução da reabsorção de uratos no túbulo proximal do rim. A losartana, por ser uma molécula carregada negativamente, inibe uma bomba que normalmente reabsorve urato e excreta ânions, à semelhança da ação da probenecida.

Fonte: departamentos.cardiol.br




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares