O mundo está ficando sem antibióticos


O mundo está ficando sem antibióticos. O alerta foi feito nesta terça-feira (19/09) pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que aponta para o número insuficiente de novos produtos sendo desenvolvidos e uma resistência cada vez maior aos medicamentos que estão no mercado.

De acordo com o órgão, a maioria dos produtos sendo desenvolvidos neste momento pelo setor farmacêutico representa somente uma modificação nos atuais antibióticos, com um impacto apenas de curto prazo.

No levantamento que considerou os produtos sendo pesquisados por diferentes multinacionais, poucos teriam o potencial de superar a resistência de infecções, cada vez mais presentes. Apenas a resistência aos antibióticos que tratam de tuberculose causa hoje a morte de 250 mil pessoas por ano. Além desse caso, a OMS já identificou outros doze casos em que a resistência a produtos no mercado já representa uma ameaça.

No total, 51 novos antibióticos estão em diferentes etapas de avaliação e testes. Desses, porém, apenas oito deles estão sendo classificados pela OMC como "tratamentos inovadores" e que irão adicionar valor ao arsenal de medicamentos que a humanidade dispõe. Mesmo esses oito candidatos não têm ainda garantias de que todos chegarão ao mercado.

Fonte: Bayer Notícias




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares