OMS recomenda uso periódico de antiparasitários


A Organização Mundial de Saúde (OMS) informou que programas periódicos de desparasitação são recomendáveis para reduzir drasticamente problemas de saúde pública causados por vermes intestinais e parasitas.

Segundo afirmação da OMS, o tratamento, em que normalmente basta um único comprimido, pode proteger 1.5 bilhões de pessoas atualmente em risco, que são afetadas por quatro espécies principais de vermes intestinais. A recomendação foi aprovada pelo Comitê de Revisão das Diretivas da entidade.

“Os parasitas são um grande problema de saúde pública porque os vermes interferem na capacidade das pessoas de absorver nutrientes, impedindo o crescimento e o desenvolvimento físico de milhões de crianças”, relata a entidade.





A OMS utiliza medicamentos doados da indústria farmacêutica para a facilitação da realização dos programas de desparasitação em larga escala. Esses medicamentos são distribuídos gratuitamente em programas nacionais de controle de doenças. Também é realizado programas em parcerias com escolas.

Para a entidade, no entanto, o tratamento não é a única solução. Também a higiene básica, o saneamento, a educação para a saúde e o acesso à água potável são fundamentais para resolver problemas de saúde causados por vermes.

Em 2015, apenas 39% da população global tinha acesso a saneamento seguro, diz a OMS. No Brasil, um em cada quatro brasileiros convive com esgoto a céu aberto.

Fonte: odia.ig.com.br




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares