Receptor de nicotina que provoca o vício do tabaco também é usado para tratar doenças pulmonares


O mesmo mecanismo fisiológico que leva ao vício no cigarro poderá ser usado para tratar doenças pulmonares inflamatórias, tanto agudas quanto crônicas.

A nicotina inalada com a fumaça é absorvida pelo pulmão, entra na corrente sanguínea e quase instantaneamente ativa na superfície das células nervosas os chamados receptores nicotínicos de acetilcolina, causando a sensação de euforia seguida por relaxamento que a torna tão viciante.

Agora, pesquisadores brasileiros descobriram um efeito terapêutico associado à ativação de receptores nicotínicos específicos, localizados nos macrófagos, células que são responsáveis por desencadear a resposta inflamatória diante de uma potencial ameaça.





"Em testes com animais, a estimulação específica dos receptores nicotínicos por uma droga experimental chamada PNU-282987 reduziu a inflamação em um quadro alérgico crônico, semelhante ao da asma, e em um modelo de inflamação pulmonar semelhante à Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA), insuficiência respiratória causada principalmente pelo acúmulo de líquido nos pulmões, normalmente associada a um processo infeccioso", contou a pesquisadora Carla Máximo Prado, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

O próximo passo será testar o fármaco em um estudo em maior escala e, a seguir, em células humanas.

Fonte: Diário da Saúde




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares