Substância do café retarda surgimento de diabetes tipo 2


Nos últimos anos, pesquisadores constataram que beber café ajuda a diminuir o risco de desenvolver diabetes tipo 2. Inicialmente os cientistas suspeitavam que a cafeína fosse responsável pelo efeito, mas estudos posteriores descartaram essa possibilidade, sugerindo que outras substâncias no café podem ter um papel mais importante.

O professor Fredrik Brustad Mellbye, da Universidade Aarhus (Dinamarca), queria mais detalhes, e saiu em busca de quais substâncias exatamente atuam contra o diabetes. A equipe descobriu que se trata de um composto chamado cafestol, que já havia demonstrado aumento na secreção de insulina em células pancreáticas expostas à glicose.

Nos novos testes, agora feitos em animais, o cafestol aumentou a absorção de glicose nas células musculares de forma tão eficaz quanto um medicamento antidiabético comumente prescrito para a condição.

Os pesquisadores concluíram que o consumo diário de cafestol pode atrasar o aparecimento do diabetes tipo 2, sendo um bom candidato para o desenvolvimento de medicamentos para tratar ou prevenir a doença. O próximo passo será efetuar testes em seres humanos.

Para quem não quer esperar pelo comprimido, estudos anteriores sugerem que beber de três a quatro xícaras de café por dia reduz o risco de desenvolver diabetes tipo 2.

Fonte: Diário da Saúde




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares