Descoberto novo alvo para ação de antibióticos


Em um artigo publicado na revista 'Nature Communications', um grupo que reúne cientistas do Brasil e da França descreve uma nova estratégia para matar bactérias do tipo bacilo. Pertencem a esse grupo diversas espécies causadoras de doenças em humanos como Escherichia coli, Pseudomonas aeruginosa e Helicobacter pylori.

"Nossos achados abrem caminho para o desenvolvimento de medicamentos antibióticos com mecanismo de ação completamente diferente do encontrado nas drogas usadas atualmente, podendo ser útil no tratamento de infecções por patógenos resistentes", disse a pesquisadora do Instituto de Biologia Estrutural (IBS) em Grenoble, na França.

O projeto teve como objetivo principal entender os processos relacionados à formação da parede celular bacteriana. No caso de patógenos do tipo bacilo, logo após a divisão celular, determinadas proteínas precisam se associar para garantir que as células filhas adquiram o formato alongado da parede celular. Forma-se, com isso, um complexo protéico conhecido como elongassoma.

No trabalho agora publicado, o grupo conseguiu, pela primeira vez, isolar a parte central do complexo formada pelas proteínas PBP2 e MreC e elucidar sua estrutura tridimensional. O passo seguinte foi gerar versões mutantes da MreC, com alterações nos aminoácidos situados justamente na região de interface com a PBP2. Em testes in vitro, os cientistas observaram que a proteína modificada não era mais capaz de interagir com a PBP2 para formar o complexo.

Fonte: Bayer Notícias




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares