Diclofenaco em casos de asma pré-existente (efeitos respiratórios)


Em pacientes com asma, rinites alérgicas sazonais, inchaço na mucosa nasal (ex.: pólipos nasais), doenças pulmonares obstrutivas crônicas ou infecções crônicas do trato respiratório, reações devido aos AINEs como exacerbação da asma (chamada como intolerância a analgésicos ou asma induzida por analgésicos), edema de Quincke ou urticária, são mais frequentes que em outros pacientes.

Desta forma, recomenda-se precaução especial na administração de diclofenaco a estes pacientes (prontidão para emergência). Esta recomendação aplica-se também a pacientes alérgicos a outras substâncias, como por exemplo, aparecimento de reações cutâneas, prurido ou urticária em decorrência do uso de outros medicamentos.

Fonte: Anvisa




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares