Cefaleia por abuso de analgésicos


A cefaleia induzida por analgésicos é a terceira causa de dor de cabeça mais comum depois da enxaqueca e cefaleia tensional. O termo médico correto é cefaleia por uso excessivo de analgésicos, que pode inclusive ocorrer mesmo se você estiver tomando a medicação na dose recomendada.

Cerca de 1 em cada 50 pessoas pode desenvolver este problema em algum momento de sua vida. Isso pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum em pessoas entre os 30 e 40 anos de idade. A cefaleia por uso excessivo de analgésicos é também mais comum em mulheres do que homens.

É uma causa comum de dores de cabeça que ocorrem diariamente, ou na maioria dos dias. Alguns pacientes sentem que suas dores de cabeça nunca cessam completamente.

O diagnóstico é muito importante porque, quando ocorre o uso excessivo de medicação analgésica, outros tratamentos (tais como medicamentos que ajudam a prevenir dor de cabeça) são menos prováveis de funcionar.

A cefaleia induzida por medicação é definida da seguinte forma: dor de cabeça, presente em pelo menos 15 dias por mês; dor de cabeça que se iniciou ou que se agravou durante o uso excessivo de medicação; dor de cabeça que reverte para seu padrão anterior após 2 meses sem o excesso de analgésicos; uso regular durante três meses ou mais de um ou mais fármacos que podem ser utilizados para o tratamento da dor de cabeça.

Fonte: hong.com.br




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares