Cientistas testam terapia genética que funciona como 'vacina' contra câncer


Uma substância que, ao entrar no corpo, seja capaz de tratar um tumor maligno já existente e, também, prevenir que o paciente volte a desenvolver a doença. Essa terapia genética que faz as vezes de 'vacina' é o que buscam pesquisadores de todo o mundo, alguns com resultados já promissores em laboratório.

Um desses estudos, com foco em câncer de pele, é desenvolvido há seis anos no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), em Campinas (SP). Agora, os cientistas de lá conseguiram comprovar em camundongos que a 'vacina' criada por eles conseguiu curar a doença em 30% dos casos e que, de todos os animais tratados, 40% não voltaram a desenvolver câncer, mesmo depois de tomar injeções de células com o tumor. 

O tumor investigado no estudo é o melanoma, tipo mais agressivo de câncer de pele. Aliás, grande parte das pesquisas que trabalham com terapia genética para estimular o próprio sistema imunológico a eliminar o câncer centram seus esforços no melanoma. Isso acontece porque, embora ele represente apenas 3% dos cânceres de pele, tem alto risco de gerar metástase, quando o tumor se espalha para outro órgão.

Fonte: Bayer Notícias




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares