Chikungunya e o uso indiscriminado de corticosteroides


Especialistas alertam para os riscos da automedicação e o uso crônico de fármacos corticosteroides (ex: prednisona, prednisolona) por pessoas que sofrem com as dores articulares da chikungunya. A Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa) vem recebendo, desde o ano passado, relatos sobre a venda indiscriminada de comprimidos e da aplicação de injetáveis em farmácias.

Entre 20% e 30% dos pacientes crônicos admitem o uso prolongado da classe terapêutica. A medicação, que tem alta potência anti-inflamatória, não exige retenção de receita e, em situações como a que descremos aqui, pode haver perigo à saúde da população, por conta da maior automedicação.

Muitos dos indivíduos acometidos pela chikungunya podem desconhecer os efeitos colaterais importantes associados aos corticosteroides, tais como hipertensão, diabetes, osteoporose, entre outros.

Fonte: Folha de Pernambuco


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares