Saccharomyces boulardii na terapêutica da diarreia aguda


Probióticos contendo Saccharomyces boulardii têm sido utilizados no tratamento de diarreias de etiologias diversas, incluindo infecciosa e inflamatória.

Os mecanismos de ação e efeitos benéficos desses microrganismos no controle do quadro diarreico consistem na redução da hipersecreção de água e eletrólitos, estimulação da atividade de dissacaridases dos enterócitos, produção de aminopeptidases, secreção de IgA, atividade antitoxina, antiinflamatória, metabólica, e antimicrobiana.





Tais propriedades biológicas desses microrganismos não patogênicos permitem a sua utilização no tratamento de doenças gastrintestinais endêmicas especialmente em países em desenvolvimento com gastroenterites por rotavírus, diarreia dos viajantes, além de doenças inflamatórias intestinais como a doença de Crohn e colite ulcerativa.

Para que os efeitos terapêuticos de Saccharomyces boulardii ocorram, ainda que por diferentes mecanismos e etiologias infecciosas, a concentração desse probiótico deve ser adequada a cada fase da gastroenterite aguda.





A administração de Saccharomyces boulardii nas primeiras horas atua contrapondo o efeito do aumento de velocidade de trânsito intestinal e incrementando a quantidade de microrganismos terapêuticos presentes na luz intestinal, assim como seu tempo de permanência, permitindo que os efeitos terapêuticos sejam mais eficazes.

Fonte: Moreira Jr

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares