Antidepressivos e disfunção sexual


Entre os psicofármacos de uso mais difundido, os antidepressivos são os mais relacionados com disfunção sexual (DS). Os antidepressivos têm sido reportados como causadores de DS em 30% a 70% das pacientes, sendo a redução da libido e a anorgasmia ou dificuldade de atingir o orgasmo as queixas mais frequentes. 

Outros efeitos adversos têm sido reportados mais raramente, como priapismo do clitoris (nefazodona e fluvoxamina), aumento na libido (fluvoxamina, bupropiona e trazodona) e orgasmos espontâneos (clomipramina e fluoxetina).

Vários estudos utilizando diferentes metodologias, principalmente com pacientes depressivos e ansiosos, têm apontado para o fato de que os fármacos de ação serotoninérgica possuem maior potencial para causar disfunções. A bupropiona tem sido menos responsabilizada por interferências no ciclo sexual, assim como a venlafaxina e a mirtazapina.

Fonte: Moreira Jr




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares