Aprovado novo tratamento para câncer de mama


A ANVISA aprovou, no final de feveriro, o uso do medicamento Perjeta® (pertuzumabe), da Roche Farma Brasil, empresa líder em biotecnologia, como tratamento adjuvante (após cirurgia) em casos de câncer de mama inicial HER2+.

Com base nos dados disponíveis no momento da análise primária, uma estimativa de sobrevida livre de doença invasiva, em três anos, mostrou que 94,1% das pessoas tratadas com a nova combinação terapêutica não apresentaram sinais de recidiva do câncer de mama, demonstrando a eficácia do tratamento a longo prazo.

A notícia traz uma inédita perspectiva de tratamento, em um momento no qual o INCA (Instituto Nacional do Câncer) estimou para o Brasil mais de 59.700 casos novos de câncer de mama, para cada ano do biênio 2018-2019, com um risco estimado de 56,33 casos a cada 100 mil. O câncer HER2+ é responsável por cerca de 20% dos diagnósticos e conhecido como um dos cânceres que tendem a crescer e se disseminar mais rapidamente do que os outros tipos de tumores de mama.

Em termos globais, excluindo-se os cânceres não melanoma, os tumores na mama constituem-se como os mais frequentes e comuns entre as pacientes do sexo feminino, sendo a primeira causa de morte por câncer entre as mulheres.

Fonte: Roche


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares