Aumento da procura por assistência farmacêutica


O Instituto Data Poder 360 realizou uma pesquisa a pedido da Associação de Indústria Farmacêutica (Interfarma), a fim de saber a opinião dos brasileiros sobre a saúde no País. Ao todo foram ouvidas 4.133 pessoas em 178 municípios com margem de erro de 2,6 pontos percentuais par mais ou para menos.

A pesquisa fez uma avaliação da qualidade da saúde, dos serviços oferecidos pelos médicos e farmacêuticos, bem como da compra de medicamentos. O resultado mostrou que 66% dos entrevistados buscam a orientação do farmacêutico sobre qual medicamento comprar quando eles não tem receita médica; 12% procuram amigos; 8% com o atendente; 3% utilizou outros meios; 2% pesquisou na Internet e 10% não sabe e não respondeu.

O estudo também avaliou como os brasileiros escolhem seus medicamentos e 54% deles primeiro procuram os médicos, enquanto 19% escutam os farmacêuticos. Ainda existem aqueles pesquisam na internet 7%, com amigos e familiares 6%, com propaganda 5% e 10% com outras formas.

Fonte: Bayer




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares