Canabidiol: redução do risco de epilepsia


Em estudo comparativo dos efeitos nocivos da maconha contra aqueles provocados pelo álcool, os pesquisadores concluíram que os danos produzidos pela segunda substância são muito piores em relação ao que ocorre com a primeira. No entanto, não houve apenas esta constatatação: verificou-se também redução significativa do risco de epilepsia associado ao canabidiol.

Para o estudo, os pesquisadores analisaram 853 adultos com idades entre 18 e 55 anos, além de 439 jovens entre 14 e 18 anos. Eles verificaram o consumo de álcool e maconha dos participantes por um período de 30 dias. Então, foram realizadas varreduras de ressonância magnética dos cérebros dos participantes.

Verificou-se que a maconha reduziu o risco de epilepsia em quase 50% dos participantes, o que está em concordância com pesquisas já publicadas, as quais descobriram que uma droga derivada da Cannabis sativa reduziu o risco de epilepsia em pacientes com a síndrome de Lennox-Gastaut, uma condição que causa lapsos no tônus muscular em crises que duram cerca de 15 segundos.

O medicamento em questão, o Epidiolex, é feito à base de canabidiol, uma substância química associada a uma gama de benefícios medicinais que ainda carecem de mais estudos. A quem quiser saber mais sobre o Epidiolex e sua situação, segue link de seu fabricante, a GW Pharmaceutical's: https://www.gwpharm.com/products-pipeline

Medicamento ainda não aprovado pelo FDA
Fonte: Jornal Ciência




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares