Metástase do câncer de mama é reduzida com alteração na dieta


Um aminoácido chamado asparagina é essencial para a propagação do câncer de mama. Sendo assim, controlar sua concentração no organismo torna possível impedir que as células cancerosas invadam outras partes do corpo. Essa inibição da metástase do câncer de mama pela restrição da asparagina acaba de ser testada com sucesso em animais de laboratório.

Isso é importante porque a maior taxa de letalidade do câncer de mama não é atribuída ao tumor primário, mas à disseminação para os pulmões, cérebro, ossos ou outros órgãos. Para isso, as células cancerosas precisam deixar o tumor original, sobreviverem no sangue como células tumorais circulantes e depois colonizarem outros órgãos.

Logo, encontrar maneiras de impedir que a proliferação ocorra é fundamental para aumentar a sobrevivência das pacientes. Nosso corpo produz asparagina, mas o composto também é encontrado em nossa dieta, com concentrações mais altas em alguns alimentos que incluem aspargos, soja, produtos lácteos, carnes de aves e frutos do mar.

Pesquisadores do Cancer Research em Cambridge, no Reino Unido, bloquearam a produção de asparagina usando uma droga chamada L-asparaginase. Os animais de laboratório também foram submetidos a uma dieta de baixa asparagina. Em conjunto, o tratamento reduziu consideravelmente a capacidade do câncer de mama de se espalhar.

Fonte: Bayer




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares