Motivos pelos quais o Olcadil® faz falta no mercado


O cloxazolam, princípio ativo de Olcadil®, sendo um benzodiazepínico (BZD) de vida longa, necessita de administração menos frequente e, tal como os demais BZDs de vida longa, é menos associado a sintomas de ansiedade entre as doses.

Além disso, a maior meia-vida do cloxazolam confere menor incidência de sintomas de descontinuação diante de uma eventual interrupção ou retirada abrupta da medicação. Vejamos algumas características do cloxazolam que o destacam em relação a outros BDZs:




· Mais potente que o diazepam na função ansiolítica e menos sedativo;
· Rapidamente absorvido, com rápido início de ação;
· O pico de concentração sérico ocorre em uma hora e tem meia-vida de 40 horas, podendo ser administrado em dose única diária;
· As doses de cloxazolam podem ser individualizadas e mantidas baixas, desde que eficazes;
· A associação com antidepressivos promove o alívio dos sintomas desde o início do tratamento para transtornos ansiosos, contribuindo para adesão ao esquema terapêutico.

Em um estudo envolvendo 50 pacientes com transtorno de pânico ou transtorno de ansiedade generalizada tratados com cloxazolam, a conclusão foi de que o fármaco é uma alternativa interessante para o tratamento de transtorno de pânico e transtorno de ansiedade generalizada, em função da eficácia e perfil de tolerabilidade (Versiani e Nardi).

Para quem ainda não havia se colocado a par da interrupção na fabricação de Olcadil®, segue o link para o artigo que tratou do assunto: Olcadil: descontinuado por falta de princípio ativo

Fonte: Moreira Jr


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares