Prednisona e Prednisolona


A prednisona e a prednisolona são anti-inflamatórios esteroidais com propriedades predominantemente glicocorticoides, mais conhecidos como corticosteroides (ou apenas corticoides). Ambos apresentam o mesmo mecanismo de ação, tendo efeito anti-inflamatório equivalente.

No entanto, a prednisona é um pró-fármaco, ou seja, originalmente está na forma inativa, sendo convertida no fígado a prednisolona, a qual exercerá atividade farmacológica. Os pró-fármacos (e há outros exemplos) são compostos inativos que são metabolizados pelo corpo a suas formas terapêuticas ativas.




Apesar de estes fármacos apresentarem efeitos semelhantes, é essencial seguir as orientações do prescritor quanto ao tratamento. Isso porque, se o paciente apresentar algum tipo de disfunção hepática, por exemplo, a conversão da prednisona em prednisolona pode ser comprometida e, assim, a terapia não atingirá seus objetivos.

Leia também: Prednisolona x Glibenclamida

A ideia que alguns talvez tenham, portanto, de que os medicamentos podem ser trocados na ausência do prescrito, simplesmente porque um deles corresponde ao pró-fármaco, não é verdadeira. Deve-se ter o cuidado de seguir corretamente a prescrição.

Estes corticosteroides são úteis no tratamento de processos inflamatórios e alérgicos, apresentando ainda atividade imunossupressora. Facilitam a síntese de lipocortina ao interagirem com receptores intracelulares, resultando na inibição da enzima fosfolipase-A2 e consequente impedimento na formação de ácido araquidônico e dos eicosanoides participantes de processos inflamatórios.

Leia também: Pró-Fármacos

Fonte: phresponde.com / Fármacos e Medicamentos - Lourival Larini


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares