Anemia Megaloblástica


A anemia megaloblástica é caracterizada pela diminuição de glóbulos vermelhos, que se tornam grandes, imaturos e disfuncionais (megaloblastos) na medula óssea, e também por neutrófilos hipersegmentados.

Essas alterações resultam da inibição da síntese do DNA na produção dos glóbulos vermelhos. Em resumo, na anemia megaloblástica os glóbulos vermelhos são maiores que normalmente e há pouca quantidade de glóbulos brancos e de plaquetas.

A vitamina B12 é responsável, em parte, pela síntese da hemoglobina e o ácido fólico tem a função de ajudar na síntese do DNA. Frequentemente a anemia megaloblástica se deve à carência de um ou ambos desses fatores, defeitos genéticos da síntese de DNA, toxinas e drogas.




O tratamento da anemia megaloblástica depende da sua causa, mas envolve mudanças na dieta e injeções para reduzir a falta de nutrientes, vitamina B12 e ácido fólico. Um nível baixo de vitamina B12 no sangue normalmente pode ser tratado com comprimidos ou injeções dessa vitamina ou dieta contendo alimentos ricos na substância.

Também a deficiência de ácido fólico pode ser tratada com comprimidos, injeções e dietas correspondentes. É importante incluir na alimentação a vitamina C, pois ela tem a função de auxiliar na absorção do ferro.

Fonte: abc.med.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares