DST pouco conhecida pode agir de forma silenciosa e causar infertilidade


O International Journal of Epidemiology publicou estudo que demonstra infecção por Mycoplasma genitalium por meio de contato sexual. Esta bactéria vive nas células epiteliais do trato genital e é considerado o organismo com menor genoma existente.




A presença da bactéria é tida como uma das principais causas de infecção urinária em homens e vaginose bacteriana em mulheres. O problema associado à falta de tratamento contra a infecção produzida por esta bactéria consiste no risco de infertilidade.

A infecção costuma ser assintomática e, por isso, muitos a desconhecem. No entanto, estima-se que 1% da população do Reino Unido esteja infectada (é muita gente!). Como já era de se esperar, indivíduos com mais de um parceiro sexual, ou que não utilizam preservativo, são os mais sujeitos ao problema. A maior prevalência está na faixa etária dos 25 aos 44 anos.




O principal autor do estudo, Dr. Pam Sonnenberg, reconhece que há necessidade de mais pesquisas para se compreender como tratar adequadamente a infecção. Do mesmo modo, novos estudos permitirão conhecer as consequências em longo prazo, além das que já são conhecidas.

Fonte: dailymail.co.uk

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares