Estudo comparativo entre salbutamol e fenoterol


Em estudo comparativo entre o uso de salbutamol e fenoterol no tratamento da asma aguda, foram avaliadas 40 crianças, sendo 20 submetidas à inalação com salbutamol (Grupo I) e 20 com fenoterol (Grupo II).

As crianças do Grupo I tiveram uma média de idade de 8 anos e 11 meses; 15 crianças (75%) eram do sexo masculino e cinco do sexo feminino (25%). Em 4 crianças a avaliação inicial mostrou tratar-se de uma crise asmática moderada e em 16 de uma crise leve.

Ressalta-se que em todas houve melhora significativa do pico de fluxo expiratório (PFE) em relação ao esperado, com média de aumento de 50%, sendo o desvio padrão (DP) de 31%. O aumento da frequência cardíaca, bem como a diminuição da frequência respiratória também foram significativos, em média de 17% e 19,5%, respectivamente.




O Grupo II teve uma média de idade de 8 anos e 9 meses, variando de 6 anos e 6 meses a 12 anos, sendo 7 crianças do sexo feminino (35%) e 13 do masculino (65%). Houve 3 casos de crise asmática moderada e 17 casos leves.

Leia também: Salbutamol x Escopolamina

Quanto à variação do PFE, afirmou-se que o salbutamol produz broncodilatação significativamente maior que o fenoterol; no entanto, isso não permitiu concluir que o salbutamol seja melhor. Ambos os fármacos levaram a aumentos significativos dos níveis de pico de fluxo; em outras palavras, os dois são eficazes no tratamento da asma aguda.

Fonte: moreirajr.com.br




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os artigos mais populares