Receita preenchida com letra diferente: pode ser atendida?


O receituário preenchido com letra diferente (um tipo de letra no cabeçalho e outro na prescrição, por exemplo) pode causar dúvida aos profissionais de farmácia, pois, a princípio, é possível gerar a ideia de uma receita rasurada. Se assim o fosse, então a dispensação não poderia ser realizada. Mas então, letra diferente na mesma receita pode ou não pode?




Ao acessar o site de consultoria farmacêutica e treinamentos (www.marcad.com.br), da Dra. Giovanna Dimitrov, encontrei a informação abaixo:

"As receitas podem ser dispensadas quando estão preenchidas com letra diferente, pois a Portaria 344/98 informa apenas que as receitas devem ser dispensadas quando todos os itens estiverem preenchidos (não cita a mesma letra)." Se considerarmos a interpretação de texto na leitura da portaria, realmente é isso.




De acordo com a Portaria 344/98:

“§ 4º A farmácia ou drogaria somente poderá aviar ou dispensar quando todos os itens da receita e da respectiva Notificação de Receita estiverem devidamente preenchidos.”

Você tem uma opinião ou procedimento diferente? Deixe seu comentário caso queira compartilhar sua experiência!

2 comentários:

  1. Mas se chega com letras diferentes é considerado emenda. Nos postos de saúde somos orientados assim, não atendemos alegando que a receita está emendada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não portaria 344/98 diz rasura ou emenda portanto não deve ser aceita.

      Excluir

Os artigos mais populares